Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Emagrecimento Rápido e Saudável Saúde

Terça-feira, 05.09.17

Emagrecimento Rápido e Saudável

 Emagrecimento Rápido Natural Revelado Definitivo com Saúde, Algumas Dicas Abaixo!

 

Continuação do artigo: (Como Emagrecer Rápido e Fácil de Graça) Clique para poder voltar ao artigo relacionado!

 

O programa é uma estratégia de gerenciamento de peso para a vida toda. Satisfazendo as suas papilas gustativas enquanto segue um regíme, você poderá ter sucesso. Não há alimentos proibidos.

 

Em  vez disso, você aprende a incluir todos os tipos de alimentos em sua dietae a calcular e comer porções apropriadas. Dependendo do programa que decidir seguir e dos petiscos que escolher a sua dieta poderá variar de 80% em alimentos saudáveis mais 20% de guloseimas a 100% de alimentos saudáveis.

 

Eis como programa funcionou para Lisa. Ela escolheu o nível de 1.600 calorias, Por causa de seu histórico de compulsão alimentar, fiquei preocupada com a possiblidade de que um número menor de calorias a deixasse insatisfeita e propensa a comer em excesso.

 

Ela decidiu ingerir suas guloseimas no meio da tarde, ha hora do lanche dos filhos, pois era esse o momentos em que costumava ter vontade de beliscar. Sentindo-se satisfeita e confiante, conseguia romper a barreira dos ataques de gula e terminar o dia com um jantar saudável. Se Lisa exagerasse em alguma refeição, eu insistia para que não desistisse daquele dia, mas simplesmente contasse o excesso como uma refeição normal mais a porção permitida de guloseimas.

 

Lisa e eu também conversamos sobre a importância do exercício físico. Estudos demonstram que as pessoas que se exercitam têm maior probabilidade de manter o peso.

Aconselho meus clientes a praticar de 20 a 60 minutos de atividade aeróbica, de três a cinco vezes por semana.

 

Lisa, no caso, tinha pouco ou nenhum tempo para frenquentar uma academia; então sugeri que comprasse algumas fitas de vídeo com aulas de ginástica e as companhasse em casa, incentivando os filhos a pular na sala com ela. Em outros dias, poderia colocar o caçula no carrinho e fazer uma caminhada vigorosa enquanto o mais velho estava na escola. 

 

Em apenas 14 dias, Lisa havia perdido três quilos seguindo o programa 90/10. Depois de dois meses e meio, estava nove quilos mais magra, com uma aparência ótima e sentindo-se muito bem. Dois anos depois, não só mantinha o pesoa ideal como ainda perdera mais um quilo. E o mais importante: deixou de encarar a comida como "boa" ou "ruim". Em vez disso, escolhe alimentos saudáveis em 90% do tempo, enquanto satisfaz sua necessidade de variedade nos 10% restantes. Ela finalmente encontrou uma dieta que consegue manter a longo prazo.

 

Vejamos como Steven,* um empresário de 50 anos, beneficiou-se com o programa 90/10. Steven estava nove quilos acima do peso ideal e se sentia gordo, sem energia, feio e desconfortável dentro das roupas.

 

No entanto, as dietas não combinavam com seu estilo de vida agitado, dizia ele. Então pedi que fizesse um registro diário do que comia e o trouxesse para nossa primeira consulta. Ele costumava começar o dia com uma caneca de café com açúcar e creme. O almoço era um bolinho de milho ou um bagel com cream cheese, acompanhando por suco de laranja. Não era de estranhar que á tarde se queixasse de dores de cabeça e fadiga.

 

Assim, várias noites por semana, Steven se fartava em restaurantes. Depois de passar o dia inteiro sem comer quase nada de substancial e nutritivo, estava faminto á hora do jantar e se enchia de pão com manteiga, três doses de bebida alcoólica, um bife enorme, batata assada com recheio e manteiga, creme de espinafre e uma fatia de bolo. Com base em sua altura e estilo de vida, o programa de 1.600 calorias era o mais indicado para Steven. 

 

Qual é o melhor pragrama para você ?

Siga as orientações abaixo. Mas seja flexível: Se não estiver satisfeito com os resultados, troque de programa.

 

Programa de 1.400 calorias De modo geral, este nível funciona bem para mulheres, em especial para aquelas que se exercitam moderadamente, de três a cinco vezes por semana. Para a maioria dos homens, no entanto, o contéudo calórico deste programa é baixo demais, com exceção daqueles com menos de 1,65 metro e vida sedentária. Se você é mulher, tem baixa estatura e é inativa ou tem mais de 50 anos - idade em que o metabolismo costuma se tornar mais lento -, talvez seja candidata a um programa de calorias ainda mais reduzidas.

 

A Solução dos 10%

 

Emagrecimento Rápido e Fácil

Você não precisa pesar ou medir os alimentos ou viver consultando tabelas de calorias para seguir esta dieta. Controlando a quantidade de porções ingeridas, você pode facilmente estimar o número total de calorias. As gorduras devem totalizar cerca de 30% ou menos das calorias diárias; as proteínas, mais ou menos 20%; e os carboidratos, em torno de 50%.

 

Em primeiro lugar, você precisa saber o que é uma porção. Eis alguns exemplos:

 

Grãos, pães: 1/2 xícara de arroz ou massa; 1 fatia de pão; 1 xícara de cereal matinal

Hortaliças: 1 xícara de folhas cruas; 1/2 de legumes cozidos

Frutas: 1 maça, pêra ou bana médias; 1/2 xícara de purê de maça; 15 uvas

Laticínios: 1 xícara de leite ou iorgurte natural; 30g de queijo; 40g de queijo magro

Proteínas: 85g de carne magra, ave ou peixe; 1 xícara de feijão; de 170g a 220g de tofu (queijo de soja)

 

Eis o número aproximado de calorias em cada porção:

Grãos, pães: 80                                           Proteínas: de 150 a 250

Laticínios: de 90 a 150                                Frutas: de 60 a 90

Hortaliças: 25                                              Gorduras: 45

 

Nas categorias de laticínios e proteínas, escolha alimentos com pouca ou nenhuma gordura (no caso das carnes, as magras). Como a categoria das gorduras tende a ser um pouco confusa, tente pensar da seguinte maneira: se comer um prato preparado com óleo (legumes salteados, frango frito) ou alguma gordura em pasta (1 colher de chá de manteiga, maionese ou manteiga de amendoim, ou 1 colher de sopa cream cheese ou molho de salada com baixo teor de gordura), conte as calorias de pelo menos uma porção de gordura. Agora, siga o programa de sua escolha, conforme as indicações abaixo. Não se esqueça de que a sua guloseima de 250 calorias não está entre as porções apresentadas. Se você escolher uma guloseima com poucas calorias, pode aumentar o número de porções.

 

Alimento                                            Número de porções

Grãos, pães                                          3                          4

Hortaliças                                              3                         3

Frutas                                                    2                         3

Laticínios (pouca gordura)                   1,5                        2

Proteínas                                              2                          2

Gorduras                                              2                          2


tão programamos desjejuns fartos e balanceados, e almoços atraentes, fáceis e descomplicados de preparar. Frutas e iorgurte no café da manhã, salada e sopa no almoço, ou salada e sanduíche - por exemplo, peito de peru no pão integral com alface, tomate e duas fatias de queijo -, ajudavam a manter alto seu nível de energia e eliminavam as dores de cabeça vespertinas.

 

Para evitar que estivesse faminto à noite, Steven deveria fazer um lanche saudável e de poucas calorias à tarde para depois se regalar com a guloseima de sua preferência no jantar, quando estava mais propenso a satisfazer seus desejos. Para ele, a guloseima em questão podia ser morangos com chantilly, uma bola de sorvete de baunilha com calda de chocolate quente, uma pequena fatia de bolo ou mesmo algumas fatias extras de pão. Também podia considerar duas taças de vinho no jantar a guloseima permitida do dia. O prato principal podia ser um bife de tamanho moderado, embora eu o tenha aconselhado a alterná-lo com frango ou peixe grelhados, para reduzir sua taxa de colesterol, que estava um pouco alta.

 

Steven substituiu a bata com recheio calórico e o creme de espinafre por uma salada e uma boa porção de legumes cozidos no vapor. E, é claro, leite desnatado no café em vez de creme e açúcar.

 

Sugeri que usasse as escadas no escritório e estacionasse a cerca de um quilômetro do trabalho, de maneira a ter pelo menos alguma atividade física todos os dias. (O que não é nada mal para quem jurava não ter tempo para se exercitar.) A maior surpresa para Steven foi o fato de que, mesmo escolhendo tantos alimentos substanciosos, estivesse consumindo apenas 1.600 calorias por dia, o que garantia o emagrecimento. E assim foi: ele perdeu 4,5 quilos em 14 dias e continou a emagrecer nas semanas seguintes. O colesterol voltou a taxas normais e a pressão sanguínea, que era alta, baixou o suficiente para que deixasse os remédios. Quatro anos depois, continua magro.

 

Steven é o exemplo clássico de uma pessoa cujos hábitos alimentares estavam tão enraizados que pareciam impossíveis de mudar. O programa 90/10 o convenceu de que o emagrecimento e um pouquinho de prazer podem caminhar lado a lado.

 

Artigo: 2

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por Caroline Silva às 00:17






pesquisar

Pesquisar no Blog  

Publicidade